Classificados

VÍDEOS

Residência pega fogo em Penápolis
Penápolis no programa Cidade contra Cidade do SBT em 1989

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

GERAL

06/11/2023

Moradores de SP comemoram com panelaço volta da energia após 53 horas

Imagem/Reprodução
Detalhes Not�cia
As regiões mais afetadas pelo apagão foram as zonas sul e oeste

Após mais de 53 horas sem energia elétrica devido ao temporal que atingiu São Paulo na tarde da última sexta-feira, 3, moradores da zona sul da capital paulista comemoraram nas redes sociais a retomada do serviço na noite de domingo, 5. Nos vídeos, é possível ouvir as pessoas comemorando com gritos, panelaços e buzinas.

"Final de Copa do Mundo? Não, é só a energia elétrica de volta ao bairro 53h13 depois! Surreal! O martírio acabou, pelo menos por aqui!", publicou o jornalista Tiago Scheuer em suas redes sociais, notando que a retomada do serviço ainda não foi garantida em toda a capital. "Mas ainda há muitos imóveis às escuras depois do temporal da última sexta, 3/11, em SP".

Nos comentários, moradores de outros bairros de São Paulo frisaram que ainda continuam sem energia elétrica, mais de 55 horas após a tempestade. "Desde as 16h20 de sexta-feira, só nosso prédio... Lamentável! Coisas da geladeira todas estragando, cheirando mal... prejuízo!", reclamou uma usuária.

Segundo a Enel Distribuição São Paulo, concessionária responsável pelo fornecimento de energia elétrica, as regiões mais afetadas pelo apagão foram as zonas sul e oeste. A previsão dada pela companhia é de que o serviço seja totalmente restabelecido apenas na terça-feira, 7.

Às 22h de domingo, o prefeito Ricardo Nunes publicou em suas redes alguns vídeos em que acompanha o trabalho da Enel na Vila Clementino e na Vila Mariana, na zona sul da capital. "Situação muito difícil. Nossa equipe toda (está) na rua cobrando a Enel para restabelecer a cidade", diz nas imagens.

"Não dá para os nossos colaboradores virem e fazer a remoção de uma árvore dessas quando ela está perto do fio porque isso colocaria os nossos colaboradores em risco", explica.

Ao todo, 2,1 milhões de clientes foram impactados desde a última sexta-feira. Cerca de 413 mil ainda estão sem luz na cidade, conforme atualização feita no domingo. Procurada na manhã desta segunda-feira, 6, a Enel ainda não se posicionou.

Para falar com a Enel

O consumidor pode entrar em contato com a Central de Relacionamento da Enel São Paulo pelo 0800 72 72 120. Também pode falar com a central de emergência pelo 0800 72 72 196. Para deficientes auditivos, o telefone é o 0800 77 28 626. Salve também a "Elena" nos contatos (21 99601-9608), assim é possível conseguir realizar serviços. Ela consegue ajudar a registrar falta de luz, solicitar segunda via, consultar débitos, solicitar ressarcimento e também tirar dúvidas sobre outros serviços.

Ouvidoria da Enel

Este é um canal de relacionamento para solucionar ou responder reclamações que a pessoa ainda não conseguiu resolver pelos outros canais de atendimento.

Por teleatendimento: 0800 72 73 110 (atendimento em dias úteis, das 8 horas às 18 horas).

Por carta: enviar em envelope fechado mencionando "Ouvidoria" para o endereço: Avenida das Nações Unidas, 14401, Conjunto 1 ao 4, Torre B1, 17º andar, Vila Gertrudes, São Paulo-SP, CEP: 04794-00.

(Com Estadão Conteúdo)

VEJA TODAS AS NOT�CIAS

© Copyright 2024 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade