Classificados

VÍDEOS

Apaixonados por carros antigos se reúnem em Penápolis
Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar

SUA OPINIÃO

Você mantém a tradição de frequentar bailes com marchinhas de carnaval?


CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

GERAL

27/01/2020

Menina com leucemia precisa de doação de sangue urgente em Araçatuba

Imagem/Arquivo Pessoal
Detalhes Not�cia
Doações devem ser feitas no hemocentro em nome de Geovana Steffani Ribeiro Guillem, que está internada em estado grave na UTI pediátrica da Santa Casa de Araçatuba

A menina Geovana Steffani Ribeiro Guillem, de 8 anos, que luta contra uma leucemia há nove meses, está internada na UTI da Santa Casa de Araçatuba em coma induzido e precisa urgentemente de doação de sangue.
Conforme o apelo de familiares nas redes sociais, a menina precisa de plaquetas, porque seu estado de saúde se agravou. A doação pode ser de qualquer tipo de sangue e deve ser feita em nome de Geovana, no Hemocentro de Araçatuba.
A doença foi descoberta em abril do ano passado e, desde então, a menina vem enfrentando internações e tratamentos. No ano passado, chegou a ficar 33 dias internada, sendo 8 deles na UTI.
Agora, com novo agravamento da doença, a menina está internada na Santa Casa há quase 60 dias, sendo que nas duas últimas semanas foi levada à UTI em estado grave.
Segundo o pai de Geovana, Reinaldo Guillem, ela se encontra em coma, sedada, e com hemorragias, por isso precisa das plaquetas de sangue. A família mora no bairro rural de Barra Bonita, em Penápolis.
Familiares e amigos fazem apelos nas redes sociais, como a voluntária Marli Borges. “A gente ajuda como pode, tentando sensibilizar as pessoas da importância da doação de sangue para salvar vidas”, afirmou Marli.
Desde o diagnóstico de leucemia, Geovana foi alvo de campanhas para a doação de medula óssea, pois ela precisa de um transplante. Até agora, no entanto, não foi encontrado um doador compatível – os pais são apenas 50% compatíveis, o que não é suficiente para garantir o sucesso do transplante.
Para se tornar um doador de medula óssea, basta se cadastrar no hemocentro mais próximo. O doador preenche um formulário e colhe 10 ml de sangue. Os dados ficam em um banco de dados nacional e, caso seja compatível com algum paciente, é chamado para fazer a doação da medula.

SERVIÇO
O Hemocentro de Araçatuba fica na avenida Arthur Ferreira da Costa, 330, bairro Aviação. O atendimento na segunda-feira é das 8h às 19h. De terça a sexta, das 8h às 17h; e aos sábados, das 7h às 11h. O telefone para mais informações é (18) 2102-9400.

(Com Alessandra Nogueira - RP10.com.br)

VEJA TODAS AS NOT�CIAS

© Copyright 2020 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.