Classificados

VÍDEOS

Residência pega fogo em Penápolis
Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

GERAL

27/08/2021

Lula volta a afirmar que irá regular a mídia caso seja eleito

Foto: Ricardo Stuckert/Divulgação
Detalhes Not�cia
Em visita à Fortaleza, Lula se encontra com líderes indígenas do Ceará

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) voltou a afirmar que pretende regular a mídia caso retorne ao comando do país.

Em entrevista à Rádio Metrópole da Bahia nesta quinta-feira (26), o petista, que deverá ser o candidato do partido nas eleições presidenciais de 2022, criticou o formato de regulação existente no país.

"Eu ainda não decidi se sou candidato. Eu estou com muita paciência, estou conversando com muita gente, estou ouvindo muito desaforo, leio muito a imprensa. Tem alguns setores da imprensa que não querem que eu volte a ser candidato. Porque se eu voltar [à Presidência] eu vou regular os meios de comunicação deste país", disse.

O ex-presidente, que lidera as pesquisas, disse ainda que "a gente não pode ficar com a regulamentação de 1962, não é possível".

Lula fez viagem pelo Nordeste para viabilizar articulações políticas visando as eleições do ano que vem. Além da Bahia, passou por estados como Maranhão e Pernambuco, onde conversou com líderes locais, incluindo políticos de partidos da base aliada do presidente Jair Bolsonaro.
Desde que deixou o poder, por diversas vezes Lula afirmou que, caso voltasse a ser presidente, iria regular a imprensa.

Em 2019, durante um discurso de abertura do 7º Congresso Nacional do PT, ele defendeu a liberdade de imprensa e a regulação da mídia, afirmando que “democratizar a comunicação não é fechar uma TV, é abrir muitas”.

“Não pode um grupo familiar decidir sozinho o que é notícia e o que não é, com base unicamente em seus interesses políticos e econômicos”, afirmou.

Em 2017, durante um evento na UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), o petista afirmou que ele e a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) erraram por não terem levado em frente a regulação dos meios de comunicação.

Durante seu governo, Lula propôs a criação de um Conselho Federal de Jornalismo, projeto que chegou a ser enviado ao Congresso em 2004. A iniciativa acabou derrubada pelos deputados, após uma série de críticas. (Com Folha de S.Paulo)

VEJA TODAS AS NOT�CIAS

© Copyright 2021 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade