Classificados

VÍDEOS

Apaixonados por carros antigos se renem em Penpolis
Agrosoles - Bombeamento de gua por Energia Solar

SUA OPINIÃO

Voc aprovou o novo aplicativo de notcias do DIRIO DE PENPOLIS?


CLIMA

Tempo Penpolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereo Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

GERAL

01/10/2019

Garoto confessa ter matado menina de 9 anos achada pendurada em rvore

Imagem/Reproduo
Detalhes Not�cia
Ambos foram vistos andando juntos antes de a menina ser assassinada

Um garoto de 12 confessou, nesta terça-feira (01), ser o autor do assassinato de Raíssa Eloá Caparelli Dadona, 9 anos. Imagens de câmeras de segurança mostram a menina andando com o adolescente, momentos antes de ela ser morta. Raíssa foi encontrada morta no último domingo (29), amarrada pelo pescoço a uma árvore. Ela desapareceu de uma festa no Centro de Educação Unificada (CEU) Anhanguera, na Zona Norte de São Paulo.
A confissão do menino ocorreu na sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em São Paulo. Contudo, o garoto não disse qual seria a motivação do ato cruel, de acordo com a Polícia Civil. Ele estava acompanhado dos pais.
A Justiça determinou a apreensão do adolescente investigado. Após ser ouvido pelo Ministério Público (MP), o estudante deve ser encaminhado a uma das unidades da Fundação Casa, entidade que visa recuperar menores infratores.
O garoto e a menina moravam na mesma rua. Nos últimos dias, estavam bem próximos, segundo a vizinhança. Raíssa fazia tratamento para autismo há um ano. A Polícia Civil investiga se ela foi asfixiada e se sofreu violência sexual.

As informações são do portal G1.

VEJA TODAS AS NOT�CIAS

© Copyright 2019 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.