Classificados

VÍDEOS

Residência pega fogo em Penápolis
Penápolis no programa Cidade contra Cidade do SBT em 1989

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

ESPORTES

27/11/2023

Weverton, do Palmeiras, admite surpresa com Brasileiro

Foto: Lucas Emanuel/AGIF
Detalhes Not�cia
Weverton comemora empate do Palmeiras com o Fortaleza

Restando três rodadas para a despedida, o Brasileirão contou com três líderes diferentes em quatro horas de bola rolando no último domingo: Botafogo, Flamengo e Palmeiras - que começou no topo e terminou igual. Uma história quase inacreditável. Até mesmo para quem faz parte dela.

— Sendo sincero, acho que as equipes todas que estão na frente, a gente nunca imaginou que faltando quatro rodadas ia estar essa loucura que está o Campeonato Brasileiro — admitiu o goleiro Weverton, após o empate do Palmeiras com o Fortaleza no Castelão.

Apenas quatro pontos separam seis clubes entre a liderança e a sexta posição da Série A neste momento, de uma competição que teve o Botafogo como líder por 31 rodadas e chegando a abrir 14 pontos de vantagem para o vice na classificação.

Restando praticamente três rodadas para o fim do Brasileiro - Goiás e Cruzeiro entram em campo nesta segunda-feira no encerramento da 35ª rodada -, esses seis clubes ainda podem conquistar o título.

O Palmeiras, por exemplo, sustenta o posto de líder somente pela diferença no saldo de gols em relação ao Flamengo, uma vez que estão empatados em pontos, com 63, e no número de vitórias, com 18.

— A gente sabe o quanto vai ser difícil e decidido até a última rodada, o último jogo, e a gente tem que se preparar bem para isso. Está todo mundo na briga, a gente é líder e vai fazer o que precisa para continuar até o fim — disse o goleiro.

E no Castelão fizeram realmente. Apesar da desorganização e de atuar com um a menos desde os 14 minutos do segundo tempo, por conta da expulsão de Gustavo Gómez, o Palmeiras saiu com o empate, por 2 a 2, e foi o ponto necessário para manter a liderança.

— É um campeonato que está sendo decidido nos detalhes e a gente sabe quanto é difícil jogar aqui, porque o desgaste é grande, calor, ainda mais com um a menos — justificou o goleiro.

— Não vamos questionar decisões, já passou, o importante é que a gente conseguiu fazer o nosso melhor e isso que Abel pede. Não veio a vitória, mas veio o empate, que é importante dentro da circunstâncias. Agora é seguir em frente e pensar no América — finalizou.

O Palmeiras recebe o América-MG às 21h30 da quarta-feira, no Allianz Parque, pela 36ª rodada do Brasileirão.

(Com ge SP)

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2024 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade