Classificados

VÍDEOS

Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar
Residência pega fogo em Penápolis

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

ESPORTES

21/06/2022

Súmula do jogo do Inter detalha briga, expulsões e ofensa de diretor do Botafogo ao árbitro

Imagem/Reprodução
Detalhes Not�cia
Sávio Pereira Sampaio afirmou que foi ofendido por André Mazzuco, diretor de futebol do Botafogo

A vitória do Botafogo sobre o Internacional, por 3 a 2, no domingo, contou com grande conflito no Beira-Rio. A súmula da partida, divulgada pela CBF, detalhou a briga que gerou expulsões. O texto também relata ofensas do diretor do clube carioca, André Mazzuco, ao árbitro Sávio Pereira Sampaio (Fifa/DF). O documento comunica que Lucas Piazón, do Botafogo, “atingiu um soco na cabeça” de Matheus Cadorini. “Informo que não foi possível apresentar o cartão vermelho no campo de jogo”, completou o juiz. Após desferir o golpe, Piazón, por sua vez, foi atingido por um soco de David, do Internacional, que também não recebeu o cartão vermelho naquele momento. Com a agressão, o jogador do time carioca deslocou o ombro, mas disse, por meio das redes sociais, que já está recuperado. Por fim, Sávio Pereira Sampaio ainda afirmou que foi ofendido por André Mazzuco, diretor de futebol do Botafogo, “no intervalo da partida, à caminho do vestiário, na zona mista”. 

Vergonha
De acordo com o árbitro, o dirigente proferiu, “em alto tom de voz repetidamente”, as seguintes palavras: “O que vocês estão fazendo é uma vergonha, é uma vergonha para o futebol, é um desrespeito com o Botafogo, é uma vergonha, todos vocês”. O clima tenso dentro de campo teve início ainda aos sete minutos do primeiro tempo, quando Philippe Sampaio foi expulso, em uma decisão que gerou muita polêmica. O VAR entendeu que a bola acertou o braço do zagueiro e alertou o árbitro, que expulsou o defensor. A CBF questionou a decisão e tirou Rafael Traci (SC) e Helton Nunes (SC) da arbitragem de vídeo do clássico entre São Paulo e Palmeiras ontem a noite. Com um a mais no gramado, o Internacional abriu 2 a 0, mas levou a virada já aos 55 minutos da etapa complementar. Na comemoração do gol decisivo de Hugo, os jogadores do Colorado partiram para cima de Lucas Piazon. Já Gabriel Mercado foi expulso “por protestar contra as decisões da arbitragem”. A confusão ainda seguiu depois do apito final, quando o meia foi atingido por David.

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2022 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade