Classificados

VÍDEOS

LIVE SOLIDÁRIA BANDA TUNA
Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar

CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

ESPORTES

10/10/2020

Santos "evita" Robinho para manter credibilidade no mercado

O Santos "evita" a contratação de Robinho. E um dos motivos, de acordo com o presidente Orlando Rollo, é manter a credibilidade no mercado. Em dificuldade financeira, o Peixe busca renegociar dívidas. E trazer um atacante de reconhecimento mundial poderia passar uma imagem errada neste momento. "Professor Cuca está correto em pedir reforços. Quer que time ganhe e seja campeão, como eu. Mas quero que clube não feche. Temos que ser coerentes, pés no chão. Meu papel aqui é evitar que o Santos entre em falência. Reforços seriam bem-vindos. Prospectamos mercado, sim, Não posso negar. Fui prospectar o mercado porque não podemos nos fechar numa casinha" Falei com a Marisa (Alija, advogada de Robinho), procurei reforços, mas foi prospecção. Nenhuma se adequa à nossa realidade financeira. Gostaria de trazer reforços, incluindo Robinho, mas Santos não tem condições. É difícil trazer reforços neste momento. Situação é catastrófica", disse Orlando Rollo, na noite da última quinta-feira. "Situação é calamitosa, seria incoerência falar em reforços de alto impacto. Apesar de tecnicamente estar livre, existe uma série de questões financeiras, como pagamento de luvas e premiações. Santos não teria condição de pagar neste momento. Queria trazer Robinho, é meu sonho, quando voltou em 2010 eu era vice do Conselho e fui incentivador junto ao ex-presidente Laor. Mas era outra realidade. Vivemos caos financeiro, maior crise da história do clube. Se no meio da maior crise, trazemos Robinho, com que credibilidade vou renegociar dívida? Ninguém vai aceitar. Obtemos êxito porque pessoas enxergam credibilidade. Se fizermos loucura, ninguém vai querer renegociar dívida com o Santos.", concluiu. Robinho tem 36 anos e está livre no mercado desde a saída do Basaksehir, da Turquia, em agosto. Ele viria apenas sob o custo de salários e possíveis luvas. A ideia do atacante é se aposentar no Santos. Mesmo assim, a vinda para a quarta passagem é inviável.

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2020 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.