Classificados

VÍDEOS

LIVE SOLIDÁRIA BANDA TUNA
Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar

CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

ESPORTES

09/08/2020

Santos e Bragantino voltam a se enfrentar pelo Brasileirão depois de 22 anos

Imagem/Reprodução
Detalhes Not�cia
Assim como na estreia do BR-20 e do Paulistão deste ano, em 1998 as duas equipes abriram o torneio jogando na Vila Belmiro

O Santos estreia pelo Campeonato Brasileiro neste domingo, 9, às 16h00, na Vila Belmiro, contra o Bragantino. O confronto não acontecia há 22 anos pela competição.
Embora o Braga desde o início do ano atue em fusão com a empresa austríaca de energéticos, em um acordo de gestão, a equipe de Bragança é uma das mais tradicionais do Estado de São Paulo, com 92 anos de existência, já tendo sido campeã paulista, em 1990, e vice do Brasileiro, no ano seguinte.
Atual vencedor da Série B, já com o aporte da Red Bull, mas ainda sem a oficialização da fusão, o Braga volta à primeira divisão do Brasileirão em 2020. No entanto, a última vez que o time figurou na elite do futebol brasileiro foi em 1998, quando foi rebaixado. Coincidentemente, naquela temporada o confronto entre Santos e Braga aconteceu na primeira rodada da competição, na Vila Belmiro, assim como nessa edição. O Peixe era treinado por Emerson Leão, e tinha em seu elenco nomes imponentes como Zetti e Viola, mas quem se destacou naquela partida foi o lateral-direito Ânderson Lima, que aos 20 minutos do primeiro tempo cobrou escanteio para o zagueiro Claudiomiro aproveitar a saída equivocada do goleiro Émerson, do Massa Bruta, e abrir o placar.
Já aos 45 da etapa inicial, Ânderson alçou nova bola na área, dessa vez cobrando falta pelo lado destro do ataque, Viola subiu na altura da marca do pênalti, mais alto que todo mundo, e cabeceou como “manda o manual”, no chão, com a bola morrendo no canto esquerdo do arqueiro adversário.
O regulamento do Brasileirão naquele ano previa apenas um turno, com todos os times jogando entre si. Ao final das 30 rodadas, a equipe do interior paulista foi rebaixada, na penúltima colocação, à frente apenas do América/RN. Já o Peixe terminou a primeira fase a quarta colocação, chegando até a semifinal, quando foi eliminado pelo campeão Corinthians. Retrospecto e encontro no Paulista
Nesse ano, as duas equipes já se enfrentaram, e como de praxe, em uma estreia. Pela primeira rodada do Paulistão, no mesmo estádio Urbano Caldeira de 1998 e deste fim de semana, os times empataram em 0 a 0, no dia 23 de janeiro. Foi o primeiro confronto dos visitantes com a alcunha de Red Bull Bragantino. Outra coincidencia, é que assim como na primeira rodada do estadual o Peixe estreará técnico novo. Na primeira ocasião, foi Jesualdo Ferriera, demitido na última quarta-feira, 6. Agora, pelo Brasileiro, Cuca é quem fará a sua primeira partida pelo Alvinegro Praiano - nesse caso, será o primeiro jogo da terceira passagem. 
No geral, Santos e Bragantino se enfrentaram 37 vezes na história, com ampla vantagem santista. São 18 vitórias do Alvinegro Praiano, contra oito do Massa Bruta e 11 empates.

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2020 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.