Classificados

VÍDEOS

Morre o cantor sertanejo Davi, da dupla com Durval
Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar

SUA OPINIÃO

Você concorda com a aplicação de multa de R$ 500 para quem não estiver usando máscaras em locais com circulação de pessoas?


CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

ESPORTES

24/06/2020

Santos avalia duas opções para reforçar a lateral esquerda

Imagem/Reprodução
Detalhes Not�cia
Matheus Bidu, do Guarani, é uma das alternativas do Santos para a lateral-esquerda

O Santos avalia duas opções para reforçar a lateral esquerda, posição carente e com Felipe Jonatan como único especialista no elenco profissional - Romário não está nos planos. As alternativas têm perfis diferentes - uma aposta e outro mais experiente: Matheus Bidu, do Guarani, e Jefferson Murillo, do América de Cali (Colômbia). Bidu tem 21 anos, é revelado pelo Bugre e tem contrato até 28 de março de 2022. O ala, inclusive, foi titular contra o Peixe no Campeonato Paulista. O jovem disputou seis partidas do Estadual antes da paralisação por causa do novo coronavírus, fez um gol e deu duas assistências. Matheus foi indicado pelo ex-técnico do sub-20 do Alvinegro, Márcio Zanardi, em 2019, mas não houve negociação àquela altura. O clube, agora, avalia o jogador. Jefferson Murillo tem 28 anos e contrato com o América de Cali até dezembro deste ano. Há um acerto inicial com o clube da Colômbia para liberação facilitada ao exterior e ele aceitaria reduzir seu salário atual, abaixo da média santista. Murillo foi indicado ao Santos em outras oportunidades e, praticamente livre no mercado, é monitorado desta vez. A experiência em Libertadores da América é um trunfo do colombiano. Jefferson Murillo foi revelado pelo Deportivo Cali e atuou também pelo Uniautónoma e Cúcuta, na Colômbia, antes de boa passagem pelo Veracruz, do México. O lateral retornou ao seu país em 2019 para reforçar o América. Vale lembrar que o Santos está impossibilitado de contratar pela Fifa por conta da dívida com o Hamburgo, da Alemanha, por Cleber Reis. O débito no acordo de 2017, realizado pelo ex-presidente Modesto Roma, foi acrescido de multa e juros e está em cerca de 4,5 milhões de euros (R$ 26 mi). O Peixe projeta o "desbloqueio" em julho. Antes da punição da Fifa, o Alvinegro contratou apenas dois reforços: o lateral-direito Madson e o atacante Raniel, ambos de graça e envolvidos em trocas com Victor Ferraz e Vitor Bueno no Grêmio e São Paulo, respectivamente. O Santos tem pouco dinheiro, mas prioriza a lateral esquerda a pedido do técnico Jesualdo Ferreira. As opções na base, como Alan Cardoso e Lucas Sena, não chamaram a atenção até o momento. O zagueiro Luan Peres e os meio-campistas Diego Pituca e Jean Mota podem atuar de forma improvisada na função.

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2020 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.