Classificados

VÍDEOS

Residência pega fogo em Penápolis
Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

ESPORTES

30/05/2021

Reprovação do balanço financeiro de 2019 vai render dor de cabeça a Andrés Sanchez

Um grupo formado por 12 conselheiros entrou com uma representação no Conselho Deliberativo do clube a fim de provocar a inelegibilidade do ex-presidente pelo período de 10 anos, punição prevista no artigo 106 do estatuto corintiano. Além do resultado da votação no órgão fiscalizador, o pedido alerta para o fato do Corinthians não ter respeitado a Lei do Profut. O artigo 4 da Lei em questão prevê que a partir de 1º de janeiro de 2019 os clubes inseridos no programa não poderiam ter um déficit anual superior a 5% da receita bruta do ano anterior. Como a receita bruta do Corinthians em 2018 foi de R$ 469.946 milhões, de acordo com a Lei do Profut, o déficit alvinegro em 2019 poderia ter alcançado, no máximo, R$ 23.497,3 milhões. Mas, fechou em R$ 195,4 milhões.

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2022 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade