Classificados

VÍDEOS

Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar
Residência pega fogo em Penápolis

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

ESPORTES

10/12/2015

Ponte Preta procura talentos em Penápolis

Divulgação
Detalhes Not�cia
Forma avaliados atletas nascidos de 1995 a 2005

O professor Ricardo Almeida, observador técnico das categorias de base da Ponte Preta de Campinas, esteve ontem, 9, durante todo o dia, avaliando jovens atletas de Penápolis e de toda a região. A atividade aconteceu no campo sintético do Kim, no Jardim Tóquio, que há dois meses foi credenciado como uma das franquias do time campineiro. Segundo Almeida, “o interior paulista é um celeiro de bons atletas e é sempre importante vir observá-los”, disse. Foram avaliados jovens nascidos entre os anos de 1995 a 2005. Os aprovados nesta fase irão para Campinas no mês de fevereiro do próximo ano para continuarem o processo de seleção. O observador técnico disse ainda que a Ponte Preta mantém 34 franquias espalhadas pelo país, e, que a ideia do clube é que os seus alunos tenham oportunidade de integrar as equipes campineiras. Almeida acenou com a possibilidade de realizar no mês de julho do próximo ano, em Penápolis, um torneio envolvendo várias franquias da Ponte Preta. “Seria uma boa oportunidade da comunidade penapolense ver o excelente trabalho que é desenvolvido pelos nossos professores”, finalizou. 

Franquia
O campo sintético do Kim foi inaugurado no dia 14 de julho de 2014. O seu idealizador colocou à disposição da comunidade um moderno espaço totalmente cercado, contando ainda com banheiros e vestiários. Porém, o seu grande desejo era trabalhar com uma escolinha de futebol, já que ao longo de toda a sua vida atuou como atleta e depois como treinador e coordenador de equipes. Com a franquia junto a Ponte Preta o seu desejo se concretizou. O professor Denilson é o responsável pelas aulas e a escolinha já conta com cerca de 65 alunos. As aulas acontecem às segundas, quartas e sextas-feiras, das 09h00 às 10h30 e das 17h00 às 19h45. Podem participar jovens de 5 a 16 anos e os interessados podem procurar o Kim ou o professor Denilson diretamente no campo, que fica no Jardim Tóquio, ao lado da EMEF Mário Sabino.

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2021 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade