Classificados

VÍDEOS

Morre o cantor sertanejo Davi, da dupla com Durval
Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar

SUA OPINIÃO

Você concorda com a aplicação de multa de R$ 500 para quem não estiver usando máscaras em locais com circulação de pessoas?


CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

ESPORTES

09/11/2006

Médico descarta Ceni para jogo contra o Botafogo

Marco Aurélio Cunha, médico e superintendente de futebol do São Paulo, afirmou que Rogério Ceni não estará em campo na partida contra o Botafogo, nesta quinta-feira, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro. O camisa 1 não participou do treino de ontem no CT da Barra Funda após ter sentido no dia anterior uma contusão no músculo posterior da coxa direita. De acordo com o médico, Ceni deveria retornar apenas no dia 19, contra o Atlético/PR. "Ele melhorou, mas para esta partida não vai dar. O ideal seria que ele voltasse apenas na partida do outro domingo, 19. É uma lesão complicada", declarou Cunha. "Ele pode voltar antes. O ideal é retornar apenas no jogo contra o Atlético/PR, mas existe aquele ímpeto de ele voltar logo. Depois também aparece a coerência. Temos que pensar mais a frente", completou.

 

São Paulo ganhou as últimas quatro do Botafogo no Morumbi

O São Paulo é habituado a vencer o Botafogo quando as partidas são realizadas no Morumbi. Os números provam a supremacia do Tricolor, que recebe o campeão carioca nesta quinta-feira, às 20h30min (de Brasília), pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. Enquanto os paulistas esperam manter a vantagem na liderança do torneio, o Alvinegro deseja continuar sonhando com uma vaga na Taça Libertadores de 2007.

Os números no Morumbi são mesmo impressionantes. O São Paulo venceu as últimas quatro partidas contra o Botafogo no estádio. A série começou na final do Torneio Rio-São Paulo de 2001, um 2 a 1, de virada, no dia 28 de fevereiro. Donizete abriu o placar, mas Kaká marcou duas vezes. Pelo Brasileiro do mesmo ano, em 10 de novembro, foi 3 a 1, gols de Luis Fabiano (2) e Reginaldo Araújo, com Dodô descontando. No Brasileiro de 2004, houve uma goleada por 5 a 2, gols de Grafite (2), Diego Tardelli (2) e Cicinho. Caio e César Sampaio (contra) diminuíram, e por fim, na competição do ano passado, o Tricolor marcou 1 a 0, com o time reserva, no dia 19 de junho, gol de Paulo Matos. No total, as duas equipes se enfrentaram 27 vezes no Morumbi. O dono da casa ganhou 18, perdeu apenas quatro e houve ainda cinco empates, fez 59 gols e sofreu 25.

 

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2020 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.