Classificados

VÍDEOS

Penápolis no programa Cidade contra Cidade do SBT em 1989
Residência pega fogo em Penápolis

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

ESPORTES

26/12/2021

Jiu-jitsu: Primeira mulher faixa preta do projeto social B9 Kinha Buranello

Imagem/Divulgação
Detalhes Not�cia
A lutadora Cíntia Caetano

Cíntia Caetano é a primeira-mulher de Avanhandava faixa-preta do projeto social B9 Kinha Buranello, mantido há vários anos na cidade com apoio da administração, de empresas e pessoas. Abaixo a atleta conta a sua trajetória no jiu-jitsu:

Onde tudo começou
Comecei admirar o Jiu-jitsu  arte marcial no meus 15 anos onde eu ia a uma academia ver os treinos na época era treino para crianças e nisso fui me alimentando disso cada vez que ia assistir uma aula eu ia me apaixonando ate que fiz uma aula experimental na qual eu gostei muito mas nao tendo condições de pagar me contentei com a aula experimental. Um certo dia a dona da academia onde tinha os treino perguntou se eu nao iria treinar eu fui sincera disse que nao iria por causa de verba entao ela me propôs à dar uma força na academia limpando a troco da mensalidade (que na época era R$50,00) fiquei muito feliz né por que eu so queria ter a oportunidade de aprender cada dia mas essa arte marcial. 
Comecei a treinar com as crianças so tinha eu de grande mas nao dessisti ao contrário fui ganhando experiência e com isso foi dispertando interesse em outras meninas que faziam academia que parava um tempinho para ver o treino, e com isso chegou um determinado dia que conseguimos um número de meninas para abrir uma turma feminina para treinarmos. 
Treinei até conquistar a minha faixa azul com muito esforço e dedicação mas infelizmente tivemos que parar o treino pois o nosso treinador iria ir embora do Brasil ficamos tristes mas desjamos o melhor para ele.
Achei que tudo tinha acabado que nao iria mas treinar na minha vida. Mas num certo dia e momento conheci um projeto Social que na qual estou ate hoje e comecei a treinar na época nao tinha muito alunos tambem mas dei continuidade no meu treino e aos poucos nossa turma foi aumentando e hoje somos um projeto lindo onde me ajudou muito e a todos a conquistar seus objetivos nao só dentro do tatame como em nossa vida. 
E hoje so tenho gratidão por estar firme e forte em meus objetivos e sonhos.
Agradeço a Deus, minha família que me apoia muito nessa jornada,meu professor Crystyan Carvalho   por me aguentar esses anos e por passar o sua experiência para nós e meus irmãos de treino pq para mim nosso projeto é uma familia.
So tenho a agradecer cada um de vocês... 
Muito obrigado Gratidão Deus abençoe todos...
Obrigado meu Deus por me conceder mais um ciclo em minha vida...

(Com Odair Vicente - Ava News)

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2024 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade