Classificados

VÍDEOS

Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar
Residência pega fogo em Penápolis

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

ESPORTES

16/12/2006

Felipe, revelação do Santos, é flagrado no antidoping

Considerado uma das promessas do Santos após a geração de Diego e Robinho, o goleiro Felipe foi flagrado em exame antidoping, em partida do Campeonato Brasileiro. A informação foi divulgada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) na tarde de ontem e tornou-se o primeiro caso de utilização de substâncias proibidas na edição 2006 do Nacional.

Segundo o comunicado da CBF, a análise da urina do atleta de 18 anos (identificada com o número 4902) acusou a presença da substância hidrocloratiazida, que é um diurético, no exame feito após a vitória do Peixe sobre o Grêmio por 1 a 0, em 8 de outubro, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O jogo foi o primeiro de Felipe como titular da equipe no Nacional. Três dias antes, ele havia substituído Fábio Costa no clássico contra o Corinthians, na qual o Alvinegro da Baixada Santista foi vitorioso por 3 a 0 e o goleiro foi bastante elogiado pela atuação. Depois disso, Felipe participou de outros seis jogos da equipe no Brasileirão. No comunicado, a CBF afirma já ter realizado também a contra-prova do atleta. Assim, o caso deve ser repassado ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e o atleta pode pegar de 120 a 360 dias de suspensão, além de ter de pagar uma multa que varia de de R$ 50 mil a R$ 500 mil, de acordo com o artigo 244 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).

Casos de doping não são tão raros no futebol, embora comumente estejam mais associados ao uso de entorpecentes. O mais famoso é o do ídolo argentino Diego Armando Maradona, flagrado por uso de cocaína no Campeonato Italiano em 1991 e efedrina na Copa do Mundo de 1994. A mesma droga afastou dos gramados, por exemplo, o corintiano Dinei, além de Lopes, ex-jogador de Palmeiras e Santos. Michel, na época no Peixe, e Régis Pitbull, na Ponte Preta, foram pegos com maconha.

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2021 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade