Classificados

VÍDEOS

Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar
Residência pega fogo em Penápolis

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

ESPORTES

06/07/2013

Demitido: Ney Franco sai frustrado, mas na torcida por título da Recopa

Reprodução
Detalhes Not�cia
“Saio frustrado do trabalho”, afirmou Ney Franco ao falar de sua demissão do Tricolor Paulista

Comunicado de sua demissão no início da tarde de ontem, sexta-feira (05), dois dias depois da derrota para o Corinthians na primeira final da Recopa Sul-americana, Ney Franco admitiu decepção por não chegar ao final de seu projeto com o São Paulo. "Saio frustrado do trabalho, porque meu pensamento, desde que me desliguei da CBF, era de conquistar muitos títulos aqui. Infelizmente, isso não aconteceu. Agora sigo meu caminho, trabalhando em outro clube", disse o técnico, no dia em que completaria um ano de clube, período em que comandou a equipe em 79 partidas (41 vitórias, 16 empates e 22 derrotas) e ganhou a Sul-americana. "Não posso deixar de agradecer ao João (Paulo de Jesus Lopes, vice-presidente de futebol), ao Adalberto (Baptista, diretor de futebol) - o presidente (Juvenal Juvêncio) não está aqui. Não posso sair sem destacar todo o incentivo que tive dentro do clube para que o trabalho desse certo", emendou. O treinador, que teve atritos passados com estrelas do elenco – como o goleiro Rogério Ceni, o zagueiro Lúcio e o meia Paulo Henrique Ganso –, negou que estivesse enfrentando problemas de relacionamento no vestiário atualmente e prometeu torcer pela conquista da Recopa. "No dia 17, estarei na frente da televisão, torcendo por título que está em aberto contra o Corinthians ainda. Eu me sentirei um pouco campeão também se isso acontecer, pelo trabalho desenvolvido à frente do clube. Esse desligamento está sendo feito de uma forma muito amigável", concluiu. Para vencer o tira-teima continental contra o maior rival, o São Paulo depende de uma vitória mínima na segunda partida para levar a decisão à prorrogação. Já para ser campeão diretamente, precisa de dois gols de vantagem no Pacaembu. 

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2021 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade