Classificados

VÍDEOS

Residência pega fogo em Penápolis
Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

ESPORTES

01/05/2020

Corinthians se livra de penhora do Parque São Jorge, mas tem conta bloqueada pela justiça

Imagem/Reprodução
Detalhes Not�cia
O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, conseguiu impedir a penhora do Parque São Jorge

Na última segunda-feira, 27, o juiz Gustavo Campos Padovese, da 88ª Vara do Trabalho de São Paulo, determinou novo bloqueio de valores da conta do Corinthians por causa de uma ação contra o clube movida por Valdin, craque do futsal, com passagens vitoriosas pela Seleção Brasileira e que fez parte da campanha do título alvinegro da Liga Paulista de 2015. Em fevereiro, o clube já teve  R$ 140,3 mil bloqueados depois de uma execução provisória. Agora, o bloqueio remete ao saldo devedor da ação, que é igual a R$ 423 mil. Valdin defendeu o Corinthians de janeiro a dezembro de 2015, mas deu entrada no processo em abril do ano passado para cobrar, entre outras coisas, o recebimento por: rescisão contratual; valor referente a bolsas escolares dos filhos; acréscimo por períodos em viagens, concentração e partidas; hora-extra em períodos de viagens; adicional de 100% por trabalhar em domingos e feriados; compensação proporcional no FGTS; danos morais e materiais; honorários advocatícios. O Corinthians foi derrotado em 1ª instância e recorreu ao 2º grau, assim como o próprio jogador, insatisfeito com a decisão favorável. O julgamento seguinte novamente concordou com o reclamante. O clube, então, decidiu pedir recurso de revista no Tribunal Superior do Trabalho, em Brasília. A atitude levou os advogados de Valdin a pediram a execução provisória da ação. Inicialmente, o oficial de justiça solicitou a penhora do Parque São Jorge. A situação só não continuou, porque Valdin percebeu que, para garantir o recebimento do dinheiro de maneira mais ágil, o bloqueio da conta do clube seria mais interessante para ele.  Na capital federal, novo revés corintiano. Os advogados do clube ainda entraram com embargo de declaração para solicitar esclarecimentos sobre a decisão, o que não deve alterar em nada a condenação. Tal embargo está na pauta do próximo dia 13 de maio. Após isso, enfim, o Corinthians deve ser intimido a pagar R$ 654.307,96 a Valdin.

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2022 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade