Classificados

VÍDEOS

Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar
Residência pega fogo em Penápolis

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

ESPORTES

14/05/2020

Clubes ganham respiro no pagamento das parcelas do Profut

Imagem/Reprodução
Detalhes Not�cia
Ministro Onyx Lorenzoni e Christiano Souto Puppi

Em portaria divulgada no dia 11 de maio, o Governo Federal estendeu o prazo das parcelas das dívidas tributárias dos clubes que aderiram ao Programa de Refinanciamento Fiscal do Futebol Brasileiro (Profut). A iniciativa veio do Ministério da Economia como forma de amenizar os impactos econômicos nesta época de crise ocasionada pela pandemia de coronavírus. Segundo o que consta no comunicado, a prorrogação dos encargos ficou assim: os vencimentos de maio passam para agosto; os de junho, para outubro; e os de julho, para dezembro. Todas as prestações são pagas no último dia do mês. O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, afirmou ser importante dar suporte aos clubes em tempos de baixo caixa. “Temos acompanhado de perto as consequências da paralisação das competições pelo país. As receitas de bilheteria zeraram e outras fontes de renda dos clubes, como sócio-torcedor e patrocínios, diminuíram drasticamente. Por isso, foi importante tomarmos medidas para dar um alívio aos clubes”, disse. O Governo ainda tem outras propostas para tentar amenizar o impacto socioeconômico dos clubes, como a flexibilização da Lei Pelé, do Estatuto do Torcedor e mesmo do Profut. Contudo, essas medidas ainda estão no campo da discussão entre os poderes. Atualmente, o futebol representa 0,78% do PIB nacional. O Profut surgiu em 2015, sancionado pela então presidente Dilma Rousseff, como uma forma de tentar ajudar os clubes a se organizarem financeiramente. O programa funciona por meio de parcelamentos das dívidas fiscais e ainda apresenta um plano de descontos sobre juros, multas e encargos em um período de 20 anos.

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS

© Copyright 2021 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade