Classificados

VÍDEOS

Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar
Residência pega fogo em Penápolis

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CARTA DO LEITOR

19/11/2021

Outro trabalho da “antologia” de escritores organizado por Reis de Souza em 1987, na cidade de Brasília, escrito e assinado por mim Vó Maria, que neste momento compartilho com o Diário de Penápolis...

Alforria...

...Sinto a alforria das ondas sonoras, harmônicas, hartesianas, eletrônicas - enfim, todas essas ondas que se magnetizam e se completam, se norteiam e se harmonizam no espaço cósmico pela própria natureza. Sabemos que nas asas de um pombo correio, “esse robozinho alado” que sempre se desincumbi da sua mensagem no rumo certo, desejado ou na pele de um morcego, “o seu radar preciso” que o norteia na escuridão da noite, em velocidades altas, mesmo ociosos.
- Clamo esse poder perigoso, esse mistério imantado, essa aura - que nessa escala preconiza um futuro revolucionário, do homem visionário e do próprio poder mental.
Uma espécie de radiestesia dos neurônios celebrais, numa diálise da energia mental, ora induzida, ora alternada, ora contida, acumulada nos condensadores da memória cromossômica que o apanhará nos aparelhos eletrônicos e o transportará sobre todos os obstáculos e por toda a dimensão temporal! Essa tridimensão real, presente do passado e futuro. É nesse enduro psicoemocional, rever simultaneamente, oposicionalmente, sincronicamente, toda a vivência, experiência, a turbulência dos mundos em composição.
Desde os primórdios, terráqueos, ao progênie neanderthal. Caminhar todas as eras do homo erectus aos homo sapiens e desde os patins de ossos do “auroque” até os patins com rolimãs magnéticos.
Caminhar pelo tempo e pelo espaço até o século vinte, ao presente consciente do homem espacial. Esse acinte espermatozoidal que tenta transformar o ato do amor natural, cheio de calor do orgasmo vital, em homens de proveta, transformando-os ocasionalmente em pulgões humanos com gerações sexuadas e assexuadas, em série, com características fundamentais, comuns - semelhantes aos biótipos naturais. 
Homens de proveta seriados, disciplinados como formigas, uns produzindo, outros protegendo a sociedade de elite e rotulados como etiquetas.
Este homem “sapiens” do século, muito mais inflacionário, muito mais racionário, desconhecendo os sentimentos carentes – pendentes do irmão menor com Q.I. mais baixo – ah! este homem, dono da bomba H, do cérebro eletrônico, do voo supersônico, fará nova interposição da transmutação tridimensional e dirigir-se-á ao futuro, rumo ao alfa do centauro, indefinidamente numa super nave espacial.
Integrar-se, desintegrar-se, em qualquer reino celestial. É nessa destreza genial da energia mental, imaterializar-se ao lado dos deuses e chegar a imortalidade... E esse homem não terá mais idade!... Aí eu sinto a alforria das ondas... com medo e não mais ledo!...

Em tempo... o radio amador utilizou-se dessas ondas e viajou por lugares distantes ao encontro de outros rádios amadores que se tornaram “pai da internet”. Cleto Galli foi um dos utilizadores desse radio, numa comunicação inteligente e ávida. Vó Maria pensou e acreditou nesse futuro misterioso e trabalhou essa ideia simbolicamente.

Vó Maria Cândida Virgílio Galli, Penápolis/SP, por e-mail

Envie seu artigo para o "Carta do Leitor"

Envie-nos, atrav�s do e-mail carta@diariodepenapolis.com.br sua mensagem com cr�ticas, sugest�es ou para discutir algum assunto de interesse p�blico. A mensagem dever� conter seu nome completo, RG e endere�o de e-mail v�lido.

© Copyright 2022 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade