Classificados

VÍDEOS

Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar
LIVE SOLIDÁRIA BANDA TUNA

CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

CARTA DO LEITOR

19/03/2021

“O homem vale o que é diante de Deus. Nada mais além disso.”

Sofrimento da mudança

Você já ouviu falar no “sofrimento da mudança”? Pois bem, nos dias atuais, muitos de nós estamos convivendo com o sofrimento da mudança. O que é isso? Explico com um exemplo simples: é quando uma pessoa tem um sonho, ou uma vontade de ter algo, comprar uma bicicleta nova, do último tipo ou outra coisa qualquer. Então ela começa a juntar dinheiro, faz planos com essa nova bicicleta, tem sonhos das coisas que poderá fazer com ela, etc... Então, finalmente essa pessoa consegue realizar o seu sonho e adquire a bicicleta!! Depois de passado um certo tempo, essa mesma pessoa não dá mais o devido valor para a referida bicicleta, que tanto queria ter e por vezes a deixa em casa, encostada ou coisas desse tipo. Agora o desejo, o sonho dessa mesma pessoa é por outra coisa ou outro bem material. Esse comportamento nos ensina o que é o “sofrimento da mudança”. Por que será que isso acontece? Pode haver vários motivos: simplesmente para ter o que quer, por não ter tido a oportunidade na vida, de possuir esse bem, ou por ter o gosto de comprar com o seu primeiro salário, por exemplo. Porém, esse mesmo comportamento em alguns casos, poderá demonstrar um “espírito vazio”, em que nada satisfaz essa pessoa. Neste caso, o fortalecimento espiritual é que vai resolver essa triste situação e jamais qualquer bem material que ela queira adquirir. Como poderemos agir para nos fortalecer “no espírito”? Fazendo a “alimentação espiritual”, através da leitura e entendimento das Sagradas Escrituras, da prática sistemática da religião, dos nossos testemunhos, que irão trazer mais esperança e perseverança para nós mesmos e para as outras pessoas que se encontram desanimadas, pela prática de boas ações (boas ações não significa somente ajudar materialmente outra pessoa). Também não se deve viver isoladamente, pois “nenhum homem é uma ilha”, procurar perdoar sempre, jamais perder a fé em Deus (quando as nossas orações não são respondidas, ou não estamos merecendo que o que pedimos, ou temos passar por situações que nos farão crescer). Lembre-se sempre, de que Deus está no comando de tudo. Pode ser também, que pensar demasiadamente no futuro, pode trazer sentimentos de ansiedade nas pessoas. Pensando muito no passado, também poderá nos trazer comportamentos depressivos. Assim sendo, procure viver “O PRESENTE”, presente que Deus nos dá gratuitamente, todos os dias. Finalizando, não há motivos para vivermos atrelados ao “sofrimento da mudança”. Comece hoje mesmo, a exercitar a “gratidão”. Agradeça tudo o que você tem e tudo o que lhe acontece e perceba o acontecerá na sua vida daqui pra frente!! Que Deus continue a nos iluminar com sabedoria, para que saibamos viver de maneira simples, aqui na nossa peregrinação terrestre, sempre em direção da “Luz Divina”. Esclareço que essa opinião tem por objetivo maior, alertar a todos, para que não se escravizem pelos bens materiais, mas procurem agir com parcimônia, não perdendo a oportunidade de fazer o bem e nunca se esquecendo, de que tudo o que somos e temos, recebemos gratuitamente do alto, ou seja, de Deus!! Recebam o meu fraterno abraço. Paz e bem!

José João Abdalla (Pardal), Capitão-de-Corveta (Ref.-T), Penápolis/SP, por e-mail

Envie seu artigo para o "Carta do Leitor"

Envie-nos, atrav�s do e-mail carta@diariodepenapolis.com.br sua mensagem com cr�ticas, sugest�es ou para discutir algum assunto de interesse p�blico. A mensagem dever� conter seu nome completo, RG e endere�o de e-mail v�lido.

© Copyright 2021 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade