Classificados

VÍDEOS

Penápolis no programa Cidade contra Cidade do SBT em 1989
Residência pega fogo em Penápolis

CLIMA

Tempo Pen�polis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endere�o Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

ARTIGOS

24/11/2023

O não ser como exemplo de vida

Quando jovem, vi uma entrevista do Carl Sagan em que ele dizia ser muito importante divulgar Ciência e Tecnologia em um mundo carente, dominado pelas trevas da ignorância e do fanatismo. Sagan tornou-me meu exemplo.
Aos 20 anos, ateu, li o Novo Testamento. A história e os escritos de Paulo eram fascinantes, abriu-se uma nova porta, com uma luz intensa. Como eu não percebi que os grandes cientistas eram católicos, como Copérnico, Lemaitre, Mendel e Spalanzani? Paulo tornou-se outro exemplo.
Li A República, de Platão, fascinado, entrei na Biblioteca da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos) e vi toda a obra de Platão em quinze volumes, li todos. Entendia finalmente, o Bem, o Bom e o Certo.
Tive muitos exemplos como meus professores que com suas sábias palavras direcionaram minha vida para valores como humanidade, pátria, sabedoria etc. Mas também tive muitos maus exemplos que me mostraram o que eu jamais deveria ser, ou "não ser".
A começar de muitos professores mais jovens que acham que sua missão é ensinar, veem a Educação como passar conhecimento e não necessariamente valores. Esses eu desprezo. Outros tipos ruins de professores são os que ignoram Ciência e preferem o horóscopo, o esoterismo, ou fanatismo religioso, creem que a Terra tenha 6 mil anos, etc.
Sem dúvida, os pastores da teologia da prosperidade são os piores exemplos. Eles confundem a religião com ficar rico, muitos ficam bilionários à custa da pobreza de seus seguidores. Outros passam a ter uma vida de luxo, destoando de seus fiéis. Servem ao dinheiro, mas jamais a Deus. Como vemos em Timóteo (6,1-10): são obcecados pelo orgulho, ignorantes, doentios por questões ociosas; só veem na piedade uma fonte de lucro, caem nas armadilhas do demônio, porque a raiz de todos os males é o amor ao dinheiro.
Muitos outros pastores não enriquecem, mas são maus porque têm uma deficiência gritante em Português e pregam o que não entendem, ensinando errado. Outros maus pastores não estudaram Teologia, Liturgia, Hebraico (língua do Antigo Testamento), Grego (língua do AT versão Septuaginta, Novo Testamento e primeiros documentos), Latim (documentos dos primeiros cristãos), História (para entender o contexto) e Geografia.
E os maus exemplos continuam, cito os governantes e políticos que esquecem que foram eleitos para representar e executar ações e desejos dos seus eleitores, do seu país e comunidade, não os próprios. E os políticos não são eleitos para conspirar contra a Democracia e os órgãos do Estado. Esses são a saúva do país, destroem pelos interesses mesquinhos.
Trofim Lysenko foi o mau cientista que comandava a Ciência Agrícola na União Soviética, amigo de Stalin, e que considerava a Genética de Mendel ideologia de padre católico e a Evolução de Darwin como ideologia capitalista. Essa visão torta levou a agricultura dos soviéticos ao desastre e dependência do trigo norte-americano. Hoje, temos os maus que dizem não haver mudança climática antropogênica.
E você, quem são seus modelos de virtude, conhecimento, sabedoria, religião e política? Escolheu bem? É o seu futuro que está em jogo.

(*) Mario Eugenio Saturno (fb.com/Mario.Eugenio. Saturno) é Tecnologista Sênior do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e congregado mariano

Mario Eugenio Saturno (*)



© Copyright 2024 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.

Política de Privacidade