Classificados

VÍDEOS

Apaixonados por carros antigos se reúnem em Penápolis
Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar

SUA OPINIÃO

Você utiliza os Ecopontos da cidade para o descarte correto de entulhos?


CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

ARTIGOS

06/09/2019

O retrato da angústia - I

Há muitas teorias sobre a origem do ser humano. Mas antes deve-se pensar na origem do universo.
É do conhecimento mínimo que seres vivos habitam um dos inumeráveis corpúsculos que existem. No caso que me envolve é um que alguém denominou como planeta e, definitivamente chamado TERRA.
Não há elementos certamente comprobatóriamente que determinam as origens. Do planeta e dos seus habitantes. Que vieram dotados de uma estrutura orgânica determinada para a formação de um CORPO. No mais amplo sentido.
E os tempos foram passando e esses habitantes, pregados no espaço terrestre, física e alimentarmente, foram se desenvolvendo.
E gerações foram se sucedendo, sempre com uma origem paterna e uma origem materna. Que a natureza a dotou de fonte de alimentos básicos e necessários para o desenvolvimento.
Mas é sobretudo de um elemento essencial ao desenvolvimento equilibrado, que é a carícia. Fundamental.
Mas o tempo foi passando e os espaços foram diminuindo, porque o ser humano só usava as pernas e lombos de alguns animais como meio de locomoção.
Vieram as lutas pelos espaços. Lutas corporais com instrumentos manuais.
Abreviando para os nossos tempos chega a 1ª Guerra Mundial massacrante. Depois a 2ª Guerra Mundial. Muito próximas que fez desenvolver meios mais avassaladores do que aconteceu na 1ª guerra.
Os aviões vieram alterar muito os combates corpo a corpo.
E com isso veio o aguçamento da inteligência.
Muita coisa foi forçadamente desenvolvida. O nylon, o plástico, por exemplo.
E como isso o ser humano saindo do corpo a corpo, como que na origem do homem para um ataque defesa, menos pessoal, mas muito mais violento.
Ainda estando no desenho do retrato da ANGÚSTIA retornarei na minha modesta OPINIÃO para chegar no ponto do título deste texto. Não sou psicólogo, apenas e com muito orgulho um Professor Primário.

(*) Vanir Cavicchioli é penapolense e ex Diretor das EE Marcos Trench e Augusto Pereira de Moraes, ex Supervisor de Ensino na DRE de Penápolis, ex Professor e ex Diretor da FFCL de Penápolis, ex Supervisor de Ensino na DER Lins. Escreve toda sexta-feira para o DIÁRIO DE PENÁPOLIS. E-mail: vanir-cavicchioli@bol.com.br

Vanir Cavicchioli (*)



© Copyright 2019 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.