Classificados

VÍDEOS

Morre o cantor sertanejo Davi, da dupla com Durval
Agrosoles - Bombeamento de Água por Energia Solar

SUA OPINIÃO

Entre aqueles, que até esta segunda-feira (13), se declararam pré-candidatos a prefeito de Penápolis, em quem você votaria nestas eleições?





CLIMA

Tempo Penápolis

fale com o DIÁRIO

Fone Atendimento ao assinante & comercial:
+55 (18) 3652.4593
Endereço Redação e Comercial: Rua Altino Vaz de Mello, 526 - Centro - CEP 16300-035 - Penápolis SP - Brasil
Email Redação: redacao@diariodepenapolis.com.br
Assuntos gerais: info@diariodepenapolis.com.br

ARTIGOS

05/06/2019

Imagem do capitalismo selvagem e assassino

Imagem/Reprodução
Detalhes Not�cia

Inicialmente, gostaria que os (as) leitores (as) desde artigo, abrissem as suas Bíblias e leiam Mateus 25: 31-40, para entender melhor um dos mais importantes ensinamentos deixados por Jesus Cristo. Penso seria que importante para refletir o que este humilde ser humano, cristão, articulista passará a expor neste artigo.
A imagem acima mostra uma criança síria morta numa das praias da Turquia. A imagem virou símbolo da crise migratória que, até então, havia matado milhares de seres humanos, vindos do Oriente Médio e da África, fugindo das guerras e dos conflitos com motivação política, religiosa e/ou econômicos, e tentando chegar à Europa.
As pessoas, defendendo seus interesses econômico-financeiros, em nome de Deus, matavam e continuam matando os seus indefesos semelhantes inocentes e indefesos. Confesso que, como milhões de pessoas, chorei muito. Pensei, meu Deus, por que fazem isso? O corpo desta linda criança, inocente, indefesa, foi fotografado e a imagem foi exibida em todo planeta Terra, inclusive nos Estados Unidos, o país mais rico do mundo. 
O “tolo” do apóstolo Paulo, em Romanos 12:9-21, nos deixou ricos ensinamentos na mesma linha de Mateus e porisso, segundo alguns historiadores, apedrejado, preso por sete vezes, exilado e decapitado durante o reino do imperador Nero. Paulo deixou seu lindo testemunho de vida aos governantes romanos, envolvidos em corrupção. A maioria absoluta do povo não aceitou os ensinamentos do “tolo” Paulo de Tarso.  
Entendo que até hoje a maioria dos evangélicos, embora religiosos fervorosos, alguns fundamentalistas, ainda não conhece o “tolo” Paulo, com certeza o mais citado nos cultos e escolas bíblicas. Eles não entendem que a única maneira de ser cristão e ser de Deus no mundo é seguir os ensinamentos de Jesus Cristo e do apostolo Paulo. O resto é corrupção, perversão, desamor, comportamento de ódio. Eles não entendem o verdadeiro significado de: “Eu vim para que todos tenham vida em abundância” (João 10:10) e “amai-vos uns aos outros como eu vos tenho amado” (João 13:34)
O corpinho do menino, cujo nome até hoje desconheço, foi o único localizado dentre os 9 e 12 sírios que naufragaram. Só se sabia que aquele inocente, vítima da falta de solidariedade humana, veio numa das duas embarcações que haviam partido da cidade de Bodrum, na Turquia, rumo à Europa.  
Pensei que a imagem daquela criança mudaria os comportamentos dos governantes dos países ricos, principalmente dos Estados Unidos e Europas quanto aos acolhimentos dos imigrantes refugiados, mas tudo não passou de uma mera ilusão. 
Cotidianamente vemos brasileiros procurando morar nos Estados Unidos e outros países da Europa, à procura da estabilidade econômica que não temos no Brasil, fugindo do desemprego e da falta de estabilidade econômica.
O absurdo é ouvir o presidente americano Donald Trump, apoiado pelo presidente Bolsonaro, não fazendo exatamente o que Jesus Cristo nos ensinou em Mateus 25: 43, “sendo estrangeiro, não me recolhestes...”, deixando de acolher os refugiados e imigrantes. Dizem que Trump é cristão/presbiteriano e Bolsonaro cristão/católico, o que é contraditório.
A imagem (anexo) daquela criança morta, fruto do capitalismo selvagem, assassino, anticristão, que diariamente mata de fome e miséria milhões de seres humanos, deveria ter sensibilizado os corações e mentes dos governantes dos países ricos à paz e à fraternidade em todo planeta Terra.

WALTER MIRANDA (*)



© Copyright 2020 - A.L. DE ALMEIDA EDITORA O JORNAL. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total do material contido nesse site.